quarta-feira, 3 de junho de 2009

São Paulo diz que dinheiro da venda de Kaká não será usado em reforços


Que o torcedor do São Paulo não fique animado. O dinheiro que o clube terá direito a receber caso se concretize a venda de Kaká do Milan (ITA) para o Real Madrid (ESP) não será investido em nenhuma contratação de peso. Segundo o superintendente de futebol do clube, Marco Aurélio Cunha, a grana vai direto para o cofre do clube.

- A política do São Paulo é de sempre trabalhar com muita coerência. Temos uma folha de pagamento extensa, de aproximadamente R$ 3 milhões por mês, além de trabalhar sempre para manter a ótima estrutura que temos. Isso custa dinheiro e o torcedor não tem a ideia de como isso funciona. Sem fazer loucuras, temos um time competitivo e que está na briga pelos importantes títulos da temporada. E ainda vamos trabalhar para reforçá-lo ainda mais – explicou.

Clube terá direito a 4% do valor total da negociação do meia do Milan para o Real Madrid

Marco Aurélio Cunha disse que o clube do Morumbi vai receber 4% do que o Milan receber. E esse dinheiro será recebido ainda este ano.

- Quando a concretização for oficialmente anunciada, o São Paulo vai enviar uma documentação ao Milan mostrando que tem direito de receber determinada porcentagem pelo fato de ter sido o clube que revelou o jogador. Como ele ficou dos 14 aos 22 anos, temos direito a 4%. Se ele tivesse ficado mais um ano no São Paulo, o índice seria de 5%.

Caso se confirme o valor de 65 milhões de euros (R$ 180,3 milhões) na negociação, o Tricolor então receberá 2,5 milhões de euros (R$ 7,2 milhões).

www.twitter.com/dtricolor
Aqui é TRI Mundial

fonte: globo.com

3 COMENTÁRIOS:

Kiko disse...

O texto foi copiado do site do Globo.com

O mínimo que se pode fazer, é referenciar o site né...

Anderson disse...

No mínimo um lateral direito nee pow!!!

ali ta foda !

Anônimo disse...

...please where can I buy a unicorn?